BEMCOMUM.net Economia para o Bem Comum

Inovação Social e Política

13 anos de Plataforma BEMCOMUM.net! Fale connosco: admin(at)bemcomum.net

Artigo em destaque

Dar o exemplo: "Não tenhamos ilusões, os próximos anos e décadas vão ser difíceis! Fácil é ser radical ambiental ou cúmplice das componentes destrutivas do sistema, díficil é fazer uma Transição que inclua a todos!"

Economia de Transição

Somos uma Rede Social, com mais de 6.000 membros.

Misturamos essencialmente conceitos de Empreendedorismo Social com Modelos e Projetos de Desenvolvimento Sustentável (Permacultura, Transição, ECGBCSD, B Corp) desde janeiro de 2009, porque como diz Peter Druker, a melhor forma de prever o futuro, é criá-lo!

Todo o dinheiro entra no sistema económico soba forma de DÉBITO. E depois? Perguntamo-nos nós. Este subtil detalhe está na base da maioria dos problemas sociais e ambientais da actualidade. Dá uma olhada e entende...

Just where does that dollar in your pocket originate? The answer is that all money enters the economy as bank debt. So what? You may ask. This seemingly innocuous detail is actually at the core of many of the social and environmental problems of today.

Join us on a voyage that will utterly transform the way you perceive money. Many leading thinkers expose the truth about money and what we can do about it in this feature length documentary.

Exibições: 104

Comentar

Você precisa ser um membro de BEMCOMUM.net Economia para o Bem Comum para adicionar comentários!

Entrar em BEMCOMUM.net Economia para o Bem Comum

Comentário de Hugo Cunha em 20 abril 2011 às 11:48

Humm, aprecio as tuas observacoes Marco. Creio que partilho delas na generalidade.

Concordo que os conceitos sao fundamentais, e a forma que influencia a substancia da vida. Acho tenebroso, por exemplo, as pessoas chamarem-se a si  e ao seu semelhante de 'consumidores'. Consumir e destruir etimologicamente. 

Por outro lado, a mudanca estrutural que falas (e creio que todos nos falamos aqui nesta rede), faz-se todos os dias, nao ha outra forma, e a vida. E como regar uma flor, um pouco todos os dias. Se assim nao for descambamos, como bem observas.

E realmente descambamos a nossa vida em sociedade pelo lado monetario . Porque o dinheiro, e aqui vejo talvez de forma diferente, e uma ideia, um conceito, uma abstracao, uma linguagem como qualquer lei. Ele existe, apenas e intangivel fruto da tecnica do nosso tempo. Ele e um acordo social entre todos nos que o reconhecemos como legitimo e assim nos relacionamos com o trabalho e esforco de uns e outros. E ele e a linguagem que nos permite medir tudo isso: necessidades, esforco e satisfacao dessas mesmas necessidades. Ele e nosso. Apenas esta sequestrado....

Comentário de Luís Amaral em 14 abril 2011 às 22:10

Olá Hugo :-)

Obrigado pelo comentário e pela curiosidade sobre o assunto.
Estou completamente convencido que apenas temos que ajudar a expandir o conhecimento das pessoas sobre o assunto, para já estarmos a contribuir para que algo mude.
No entanto tenho perfeita consciência que, pese embora as vantagens e benefícios das moedas locais, elas não conseguirão resolver TODOS os problemas... Há que mudar o sistema e, em simultâneo criar a moeda global, de forma a "matar" os abutres que engordam com a especulação no FOREX transformando moedas e países em "reféns".

 

Abraço!!

Comentário de Hugo Cunha em 14 abril 2011 às 13:52

Viva Luis,

 

muito bom video, obrigado!

Muito para alem da questao tecnica e de diagnostico. O que interessa realmente, e compreender o suficente onde estao os erros e apresentar solucoes.

Tenho andado a aprender sobre moedas locais, pois acredito ser por ai o caminho. E caso para dizer se nao podes vence-los separa-te deles. E tras a familia contigo...:) 

 

Saudacoes!

Comentário de Luís Amaral em 14 abril 2011 às 5:06

Olá Álvaro!
Creio que está no 3º Vídeo desta sequência... é uma senhora que o exprime de forma muito clara.

O senhor gordo e bonacheirão de longo rabo de cavalo grisalho é o Scott Pitman, de quem "bebi" uma boa parte do meu PDC :-)


1 abrç pra ti tb ;-)

Comentário de Álvaro Ferreira em 14 abril 2011 às 4:27

Olá Luis, gosto muito dessa citação que apresentas. Qual é a fonte?

Abraço.

Comentário de Luís Amaral em 14 abril 2011 às 3:33
"As espécies mudam-se da competição para a cooperação exactamente porque descobrem o valor "económico" da cooperação. É mais barato e mais eficaz tornamo-nos amigos e cooperantes com os nossos antigos competidores"

© 2023   Criado por BEMCOMUM.net.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço