Rede EBC

Inovação Social, Organizacional e Política | BEMCOMUM.net | hello(at)ebc.pt

En Marche! | Volt | European SpringFale connosco: +351 239100351 ou hello(at)ebc.pt | Podcast EBC.pt Entrevista na TSF | Opinião | Objetivo SMART: 100.000!

Um relance sobre o futuro

De trás dos muros do Presente ouvi os hinos da humanidade.

Ouvi os sons dos sinos a anunciar o início das orações no templo da Beleza.

Sinos moldados no metal da emoção e colocados sobre o altar sagrado – o coração humano.

Por trás do Futuro vi multidões a adorar no seio da natureza, com as faces voltadas para o oriente e esperando a inundação da luz matinal – o amanhecer da verdade.

Vi a cidade em ruínas e nada resta para contar ao homem a derrota da ignorância e o triunfo da luz.

Vi anciãos sentados à sombra de ciprestes e salgueiros, rodeados de jovens que escutavam as suas histórias de tempos idos.

Vi jovens a dedilhar as suas guitarras e a tocar as suas flautas, e jovens mulheres de cabelos soltos dançam sob as árvores de jasmim.

Vi homens a ceifar o trigo e as mulheres a recolher os molhos e a cantar canções alegres.

Vi uma mulher a enfeitar-se com uma coroa de lírios e um corpete de folhas verdes.

Vi a amizade fortalecida entre o homem e todas as criaturas, e clãs de aves e de borboletas a voar em direcção aos riachos, com confiança e segurança.

Não vi pobreza; nem encontrei excesso.

Vi a fraternidade e a igualdade a prevalecer entre os homens.

Não vi um único médico, porque todos tinham o saber e os meios para se curar a si mesmos.

Não encontrei nenhum padre, porque a consciência era então o sumo sacerdote.

Nem vi um advogado, porque a natureza tinha tomado o lugar dos tribunais e os tratados de amizade e companheirismos reinavam.

Vi que o homem sabia que era o alicerce da criação e que se tinha elevado acima da mesquinhez e da baixeza, e tirado o véu da confusão dos olhos da alma; esta alma agora consegue ler o que as nuvens escrevem na face do céu e o que a brisa desenha na superfície da água; percebe agora o significado do sopro da flor e das cadências do rouxinol.

De trás dos muros do Presente, no palco das eras por vir, vi a Beleza como um noivo, o Espírito como uma noiva e a vida como a Noite cerimonial do Kedre*

* - Uma noite da quaresma muçulmana durante a qual, segundo se diz, Deus concede aos fiéis os seus desejos.

Kahlil Gibran

Exibições: 31

Tags: Gibran, Kahlil, futuro, natureza

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede EBC para adicionar comentários!

Entrar em Rede EBC

Comentário de BoB o Construtor em 31 maio 2010 às 11:40
NamastÉ Pedro! Este é o sonho partilhado por muitos de nós, e quando o Homem sonha a obra nasce. ;)


Paz Alegria e Amor
Comentário de Maurício d'O FOJO em 25 maio 2010 às 15:34
Obrigado Pedro! Grande abraço e até breve!

BEMCOMUM.net Conferences

The NOVA.policies Conference. Registrations.

Economia de Transição

Somos uma Rede Social, com mais de 6.000 membros, especializada na facilitação de vida a Empreendedores de Transição para as Sustentabilidades.

Impulsionamos a Permacultura como filosofia e método de design em Portugal desde janeiro de 2009.

Fomos pioneiros na adaptação do Modelo de Transição à cultura e economia portuguesas!

© 2018   Criado por BEMCOMUM.net.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço