BEMCOMUM.net Economia para o Bem Comum

Inovação Social, Empresarial e Política

13 anos de Plataforma BEMCOMUM.net! Fale connosco: +351 239100351 ou info(at)ebc.pt

Redefinir Bem Comum?

Economia de Transição

Somos uma Rede Social, com mais de 6.000 membros, promotora do projeto ENERGizar.pt.

Misturamos essencialmente conceitos de Empreendedorismo Social com Modelos e Projetos de Desenvolvimento Sustentável (Permacultura, Transição, ECGBCSD, B Corp) desde janeiro de 2009, porque como diz Peter Druker, a melhor forma de prever o futuro, é criá-lo!

Olá membros Rede da Permacultura Portugal. Estou a necessitar de uma ajudinha, para a minha tese de mestrado no âmbito dos princípios de Permacultura. Gostava de saber como e quando surgiu o conceito…

Olá membros Rede da Permacultura Portugal.
Estou a necessitar de uma ajudinha, para a minha tese de mestrado no âmbito dos princípios de Permacultura.
Gostava de saber como e quando surgiu o conceito de Permacultura em Portugal.
Se alguém de puder ajudar, agradecia.

Exibições: 142

Comentar

Você precisa ser um membro de BEMCOMUM.net Economia para o Bem Comum para adicionar comentários!

Entrar em BEMCOMUM.net Economia para o Bem Comum

Comentário de Maurício d'O FOJO em 25 junho 2009 às 15:41
Em 2004 fiz um curso de agricultura biológica em espanha e foi, através dos manuais deste mesmo curso, a primeira vez que ouvi falar de permacultura. Fiz o meu curso em 2005, na Permacultura Montsant com o Richard Wade (o mesmo do tal curso em Tuy...). Era eu o único Português. Em Portugal não havia qualquer referencia a permacultura até então, pelo menos disponível na internet e mesmo nos meios da biocoop. Quando voltei do curso é que comecei a ver os primeiros passos do Nelson Avelar e, em Tamera, ainda estavam mais focados na dimensão social do que propriamente com a ecologia, apesar de manterem alguns projectos importantes. Devo dizer, que sem dúvida, o Nelson teve um papel importante na divulgação da Permacultura em Portugal com os seus sites e blogs.
Devo confessar que fiquei impressionado com os mais de 50 participantes do primeiro PDC com o André Soares, do IPEC, organizado pela Good Mood, em 2007. Mais ainda com a coesão do grupo de permacultores que assistiram ao curso de Ecoaldeias no final de 2007, também com o André e com a Lucy. Têm sido um crescendo impressionante e gratificante!
Perm-a-braço à todos!
Maurício Umann
Comentário de Maria Afonso Sancho em 16 junho 2009 às 0:29
http://mariaafonsosancho.blogspot.com/

Acabei de postar no meu blog sobre um precursor da Ecologia e Permacultura em Portugal que me parece que andava esquecido por estas bandas:
Goncalo Ribeiro Telles
Ele propos solucoes de permacultura e ecologia quando ainda ninguem fazia ideia do que isso fosse.
Incontornavel para quem queira falar da Permacultura em Portugal.
Nasceu em 1922. Temos de aproveitar rapido, enquanto partilhamos a mesma dimensao ;-)
Abrasso Permacultor
Comentário de Maria Afonso Sancho em 15 junho 2009 às 23:01
Estou a gostar muito do que li aqui.
E da variedade de portugues que estamos a usar. com influencias inglesas e galegas.
No tempo de salazar chamava-se agricultura de subsistencia e foi muito denegrida depois da revolução de 1974.
E especialmente nos ultimos tempos. Recordo uma daquelas jornalistas stressada e maltratada pelo sistema a mostrar o "absurdo" de uma familia de 3 gerassoes que vivia algures no norte em grande autonomia pois os avos faziam agricultura de sobrevivencia e cuidavam dos netos ate serem obrigados a ir para a escola para normalizarem os conhecimentos. E os pais trabalhavam e ganhavam dinheiro. A desgrassada da jornalista estava muito chocada com tal forma de viver independente.
Deve ter passado numa tv no inicio dos anos 2000.
A nossao de permacultura veio dar dignidade ao viver na sustentabilidade.
E onde hah couves ha portugueses. Descobri comunidades de portugueses em italia e frança por causa de ver couves em retalhos de terrenos aproveitados ao maximo.
Abrasso Permacultor
Comentário de David Avelar em 15 junho 2009 às 17:16
Allô,

A acrescentar apenas posso referir:

José Fonseca - que penso que tb está nesta network pois pertence à Associação "Colher para Semear"

Terramada - um projecto já com dezenas de anos (O Nelson poderá elucidar melhor)

Tamera - se bem que neste projecto o José Amorim foi o percursos da Permacultura

Fico tb com dúvidas e curiosidade em relação ao tema da tese.

Existe o "problema" deste conceito de Permacultura não ter fronteiras bem definidas pelo que é difícil distinguir entre a agricultura, construção, tecnologia.... da permacultura de hoje e das actividades passadas.

Em termos de "cursos oficiais" eu diria que foi a Lesley...

Há dois anos criei um inquérito que continha tb essas perguntas e que se estiveres interessada poderei enviar-te.
Comentário de antonio palma em 10 junho 2009 às 19:42
Olá Marta:
Respecto do momento que xurde a palavra permacultura en segundo cales conceitos e momentos en Portugal, por se pode servir a comprençao.
Eu assistim a um curso de introduçao a permacultura en Caldelas de Tuy, na terra galega doutro lado do Minho, en setembro de 2002. Ali habiam varias pessoas portuguesas da regiao de Tras os Montes e mesmo de Monçao, uma delas era inglesa.
Ise foi o momento de citar o nome da permacultura no traballo de gentes e grupos na Galiza.
Hai penso um movemento neses anos de visita e chegada de pessoas de distintos paises de Europa, que mercaron terras e quedaron a vivir en Galiza e mesmo Portugal, trendo a palabra permacultura como conceito de refleçom e traballo.
No canto da practica efectiva da Permacultura, na Galiza pasa o mesmo que ali, tecnicas e conceitos de praxis sostibel foron ja desenvolvidos pola poboacion dende seculos. O termo ficou sinergia coa formulaçao dos principios da permacultura, pero levaba seculos nao sentir e actuar das gentes do agro e do monte.

O devandito curso, foi impartido por Richard Wade, americano que é o promotor de PermaCultura Montsant en Cataluña.

Agardo que sirva para a interpretaçao da nosa realidade.

Obrigado e desculpas polo galelo-portugues

Antonio Palma
Comentário de Gonçalo N. C. M. Teixeira em 10 junho 2009 às 12:42
Marta,
determinar "como e quando surgiu o conceito de Permacultura em Portugal" é impossível!
Eu vivi na Sarrazola em Sintra em 2004 e já nessa altura algumas pessoas começavam a falar dela à volta do José Amorim (jose.eduardo.amorim@sapo.pt), que era quem orientava o meu trabalho. Com a ajuda de mais pessoas, principalmente a Francisca Teixeira (fcteixeira@esb.ucp.pt), fizemos hortas e construções em Permacultura. No entanto, não podemos afirmar que foi aqui que tudo começou pois no resto do país qualquer pessoa que tente viver da e na terra de uma forma sustentável está a fazer Permacultura....
Em 2005 eu e a Francisca Teixeira fizemos um curso com a Lesley Martin e o Nelson Avelar (ambos, membros desta rede) que julgo ja ter sido o 2º que ela fez em Portugal. Desde aí as coisas têm crescido a olhos vistos...
Uma coisa curiosa que penso ter sido a Lesley a contar no curso é que os emigrantes portugueses influenciaram o desenvolvimento da Permacultura em Inglaterra com as suas curiosas hortas urbanas!
Não precebo bem qual o tema da tua tese mas acho que devias falar com a Lesley Martin, com o Nelson Avelar e com o José Amorim....
Disponível para te apoiar no que puder, desejo-te muito boa sorte, abraço,
GT
Comentário de David Ferreira em 10 junho 2009 às 9:02
Olá,

Sou apenas um praticante, mas penso que as práticas base da permacultura são de facto usadas desde á muito tempo nos meios rurais, talvez de um modo desconexo dissociado do termo e da consciência new age, assim como da consciencia de preservação do meio Natural, mas ainda assim já o eram.

De certa maneira essa será uma das características da Permacultura, pois as suas práticas têm por base métodos que ao longo do tempo deram as suas provas de sustentabilidade...

Boa sorte
Comentário de BEMCOMUM.net em 9 junho 2009 às 22:05
Olá Marta,

De facto "oficialmente" possivelmente a Permacultura em sentido estrito em Portugal, tenha nascido com a actividade da Lesley Martin. Talvez eu consiga falar com ela sobre isso...

© 2022   Criado por BEMCOMUM.net.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço