10 anos de Rede EBC! Fale connosco: +351 239100351 ou hello(at)ebc.pt | Conferência NOVA.policies Entrevista na TSF | Opinião | Sítio institucional Rede EBC.

Novas energias, um caminho de urtigas de Sílvia Alves (publicado no Região de Leiria)

Novas energias, um caminho de urtigas


A terra está /vai viver um pesadelo e eu tenho um sonho podia ter sido o lema do colóquio, em Pombal, "Transição para uma Economia e Cultura Pós-carbono".


Houve diagnósticos; propostas de soluções energéticas; novas relações territoriais, sociais e económicas; estilos de vida integrados nas comunidades locais, partilha de boas práticas no contexto português…

O público diverso, como se tivessem comparecido os contestatários de Cimeira do G8. O conceito de “slow ” funciona se aplicado à cozinha, ao debate, quando há tempo, mas quando o relógio se revela torna-se tirânico.

No ar ficaram reflexões que pretendem ser respostas e muitas perguntas. Todos sabemos que vai acabar a gasolina para o carro e agimos como se isso fosse problema longínquo. Mais que um problema de mobilidade a crise energética é um problema para a indústria de que somos/seremos dependentes.


O sonho é bom, seja o de fazer reviver uma aldeia na raia ou recuperar antigas formas de cultivar a terra e construir casas. Muitos dos envolvidas em processos de transição para economias sustentáveis, são pessoas qualificadas, informadas que um belo dia acordaram e descobriram que não havia sentido no caminho que percorriam, que ao ruído das cidades preferem os sons do campo e mudaram. Cada um sonhando a reinvenção da sociedade à escala da busca da felicidade na sua própria vida.


A Natureza é na essência um espaço de equilíbrio, esquecemo-nos e existimos face a ela de maneiras diferentes. Para mim um gato é um animal para respeito absoluto, uma galinha será, sem peso na consciência, uma cabidela e nunca me passa pela cabeça considerar sentimentos numa alface… O que não era ali consensual.

Caminhamos muito, chegámos longe…Num futuro que chegará, só não sabemos ao certo quando, os que tiverem os pés, literalmente, assentes na terra poderão ser a nova elite. Mas não é isso que se quer, mudar as elites. Não podemos pretender que apenas uns se salvem, é preciso mudar paradigmas.


As garrafas de água em vez da água da torneira são um problema mas legitimam uma indústria. E afinal o que tantos reclamam da sociedade? Empregos. Imaginamos um mundo sem internet? Não. E como concebemos um mundo ligado à escala global sem pensar energética e produtivamente a essa escala?


Há muito a dizer sobre o assunto. Visitem as Coisas do Vizinho, em Pombal, (http://coisasdovizinho.ning.com/).


Somos sempre vizinhos mas, ao contrário de tempos antigos, somos vizinhos de muita gente. Nas soluções da nossa vida podemos ignorar os outros, nas soluções para o planeta temos de levar tudo, e todos, em conta.

Exibições: 79

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede EBC para adicionar comentários!

Entrar em Rede EBC

Projeto ENERGIZAR

Economia de Transição

Somos uma Rede Social, com mais de 6.000 membros, especializada na facilitação de vida a Empreendedores de Transição para as Sustentabilidades.

Impulsionamos a Permacultura como filosofia e método de design em Portugal desde janeiro de 2009.

Fomos pioneiros na adaptação do Modelo de Transição à cultura e economia portuguesas!

© 2019   Criado por BEMCOMUM.net.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço