11 anos de Rede EBC! Fale connosco: +351 239100351 ou hello(at)ebc.pt Renew Europe Entrevista na TSF | Opinião | Sítio institucional Rede EBC.

Grupos

Iniciativa em destaque

Economia de Transição

Somos uma Rede Social, com mais de 6.000 membros, focada no projeto ENERGizar.pt.

Misturamos essencialmente conceitos de Empreendedorismo Social com Modelos e Projetos de Desenvolvimento Sustentável (Permacultura, Transição, EBC, BCSD, B Corp) desde janeiro de 2009, porque como diz Peter Druker, a melhor forma de prever o futuro, é criá-lo!

O pão sempre foi um elemento absolutamente essencial na alimentação dos povos. O pão e o vinho, ​​foram talvez os primeiros alimentos processados na história da humanidade e hoje fazem parte da dieta alimentar de milhões de pessoas.
Há registos de que as primeiras espigas de milho chegaram a Espanha por volta de 1493, pelas mãos de Cristovão Colombo e, a partir daí, o cereal espalhou-se por toda a Europa.
Em Portugal, foi introduzido pela região do Minho e o seu cultivo depressa se generalizou e passou a fazer parte da alimentação humana.
A broa ou pão de milho, que ainda se confecciona um pouco por todo o país, tem características diferentes de região para região. Tradicionalmente na região do Minho, leva farinha de milho e de centeio numa proporção de três partes de milho para uma de centeio.
A broa de milho de Arcos de Valdevez está catalogada pela “Ark of Taste” da “Slow Food Foundation for Biodiversity” no grupo restrito dos melhores produtos agro-alimentares que se produzem em todo o planeta.
Sendo o pão um bem tão precioso, precisa de ser protegido, existindo para isso uma série de rituais que lhe garantam uma cozedura sem problemas de maior.
Nos dias 22 e 23 de Novembro abrimos as portas para ensinar o processo completo da confecção da broa de milho tradicional.
Inscrições: 911833616 ou reservas@habitatnatural.pt

Exibições: 56

Comentar

Você precisa ser um membro de Rede EBC para adicionar comentários!

Entrar em Rede EBC

© 2020   Criado por BEMCOMUM.net.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço