11 anos de Rede EBC! Fale connosco: +351 239100351 ou hello(at)ebc.pt Renew Europe Entrevista na TSF | Opinião | Sítio institucional Rede EBC.

Grupos

Recrutamento

Economia de Transição

Somos uma Rede Social, com mais de 6.000 membros, promotora do projeto ENERGizar.pt.

Misturamos essencialmente conceitos de Empreendedorismo Social com Modelos e Projetos de Desenvolvimento Sustentável (Permacultura, Transição, EBC, BCSD, B Corp) desde janeiro de 2009, porque como diz Peter Druker, a melhor forma de prever o futuro, é criá-lo!

Informação

Odivelas/Loures

Um grupo para congregar vontades, dar a conhecer iniciativas, partilhar experiências e conhecimentos e implementar os ideais da permacultura, resiliência e simplicidade na zona de Odivelas/Loures.

Local: Odivelas/Loures
Membros: 51
Última atividade: 11 Set, 2017

Fórum de discussão

Colaborar com escola 6 respostas 

Olá Caros Vizinhos de Loures e Odivelas.Vivo e trabalho em Loures, como professora do ensino secundário, também com funções de coordenação da biblioteca escolar. Este serviço da escola tem uma equipa…Continuar

Iniciado por ana maria barbosa. Última resposta de ana maria barbosa 13 Set, 2013.

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de Odivelas/Loures para adicionar comentários!

Comentário de Marco Filipe da Silva Lucas em 8 agosto 2013 às 15:57

Olá a todos! Em particular para o Nélson...

Quando é que poderemos marcar um encontro, par combinar-mos algo. Ás vezes todos temos aquela vontade de plasmar algo de positivo ainda que não saibamos muito bem como. E da maneira como o mundo anda mais vontade dá para fazermos algo de concreto e poitivo. No entanto todos temos os nossos afazeres e ás vezes a vida leva-nos a dispersar-nos um pouco. Com tanta emigração qualquer dia já não restam jovens nem vontades para mudar o rumo. Eu sei que agora o pessoal está a aproveitar as férias. Mas logo que possamos deveríamos marcar um encontro para nos conhecer-mos e podermos fazer algo mais em consonância com uma nova forma de pensar. Quem quiser participar num encontro contacte-me para o meu email por favor: marcosilvalucas80@gmail.com. Fico  aguardar resposta!

Comentário de Marta Alexandra Correia da Silva em 16 junho 2013 às 17:16

Viva, 

Vivo em Loures e sou mãe de um menino de 3 anos. Procuro um grupo de pessoas que queira investir num terreno em conjunto com o fim de se tornar local de residência permanente. O meu objetivo seria ter um espaço individual (casa) com zonas partilhadas (horta, jardim, etc.). Cada família ou indivíduo poderia optar por alojamento partilhado ou individual. A proposta é simples, pois qualquer pormenor teria de ser decidido em conjunto. 

Se partilhares o interesse por esta ideia combinamos um dia, uma hora e local para nos conhecermos e vermos o que acontece...

Comentário de Pedro Ales Pereira em 30 maio 2013 às 19:40

A CMO começou a duas semanas a distribuir talhões em Codivel para hortas urbanas. O responsável é o Vereador Carlos Bodião.

Comentário de teresa furtado coelho em 20 fevereiro 2013 às 10:42

Bom dia Marta Alexandra :)

Eu tambem ando cheia de vontade de começar qualquer coisa e este grupo está parado. Vou assistindo a outras Transições, no Alentejo, Linda a Velha, etc mas é tudo muito longe :(.

Mas em Loures não tem havido nada...infelizmente.

 

Comentário de Marta Alexandra Correia da Silva em 16 novembro 2012 às 18:11

Nelson, olá e obrigado pela resposta. Alguém quer marcar um encontro/ reunião para Novembro ainda? Ou Dezembro. Sugiram locais e horas.

Até breve

Marta

Comentário de Nelson Soares em 22 outubro 2012 às 8:50

Bom Dia Marta,

Por várias razões também tenho estado um pouco afastado destes assuntos. Essa hipótese sempre foi colocada nos (poucos) encontros que houve e a opinião maioritária foi que era preferível optar por algo legal, para não correr o risco de ver o trabalho que se tivesse "destruido" pelas autoridades competentes. Ocupação de terrenos desprezados é coisa que não falta pelo menos aqui na freguesia de Santo António dos Cavaleiros. Mas ouvi dizer que nos próximos tempos que algumas dessas hortas seriam "despejadas" por ordem do proprietário do terreno. Não está marcado nenhum encontro próximo, mas dado que não há qualquer hierarquia ou liderança aqui no grupo, qualquer pessoa é livre de tentar juntar algumas pessoas para isso.

Comentário de Marta Alexandra Correia da Silva em 20 outubro 2012 às 16:56

bom dia, por questões pessoais tenho estado afastada deste projeto. no entanto gostaria de me reaproximar e participar na ideia de base que era o de criar uma horta. Li recentemente na revista recicla da sociedade ponto verde que um grupo ocupou um terreno desprezado e lá criou a sua horta. Poderia esta ser uma hipótese também? Pretendem marcar um próximo encontro?

Obrigado.

marta

Comentário de Rui Nunes em 26 julho 2012 às 14:11

Olá a todos

Pois é, como disse o Nélson o grupo não anda muito activo. Eu apareci aqui não faz muito tempo, e nessa altura ainda se fizeram umas reuniões para se tentar fazer alguma coisa, mas a a minha chegada ao grupo coincidiu com o aparecimento de alguns projectos não me permitiram igualmente fazer muita coisa em prol do grupo.

Acho que a problemática é a falta de um projecto, seja ele horta ou de outro tipo, que possa dinamizar isto. Sendo que surgem novos elementos pode ser que surjam novas ideias e novas dinâmicas. 

A Paula fala de um terreno que pode estar disponível para se fazer horticultura. É um ponto de partida. Eu tenho conhecimentos de permacultura (PDC) e podemos partir desse terreno, ou outro, para se começar a fazer algo, inclusive sessões de formação sobre a temática. 

Mas outros existem outros projectos que se podem iniciar a outro nível, basta para isso que tenhamos ideias e disponibilidade para tal. A horta pode ser um começo. 

Até já

Comentário de Pedro Ales Pereira em 25 julho 2012 às 19:55

Olá

Eu inscrevi-me a uns tempos no protejo das hortas urbanas da CMLoures, porque no concelho de Odivelas quando perguntei a uns anos "não está nos planos" foi a resposta , parece que a preocupação é só politica , componente social ou ambiental  não existe na CMOdivelas.

Existe um terreno no parque do rio com cerca de 200 m2 (aprisionado entre o Rio da Costa e o IC17 com acesso agua) que poderia ser bom para uma fase experimental , eu já enviei email para a CMOdv mas a resposta deverá ser a mesma de há uns anos atrás, porém se alguem conhecer um vereador do PSD talvez tenha-se hipotese , pois daqui a um ano começa a dança das cadeiras e todos gostam de angariar votos ...

Comentário de paula sofia santos em 25 julho 2012 às 13:07

Deixem.me também dizer que quando refiro "REINICIAR" um modo de vida mais sustentavel, falo de, há 17, 20 anos atrás, aqui mesmo, no centro da cidade de Odivelas, os meus pais tinham uma biosfera perfeita....havia um espaço onde se criavam galinhas e coelhos , uma horta, que me deixa saudades e que tinha absolutamente tudo o que possam imaginar...desde os normais tomates, as batatas, cebolas, alhos, aboboras, feijão verde e de todas as outras cores e variedades, ervilhas, favas, as indispensaveis aromáticas, as alfaces e os pepinos, os pimentos exigivéis numa boa salada de verão, milho, azeitonas, até videiras....e todas as outras coisas que hoje em dia me dá dó adquirir no supermercado....

A evolução da cidade obrigou a que esses espaços fossem eliminados e onde a minha maravilhosa horat existia, está agora um espaço que permite aos utilizadores fazer caminhadas e andar de bicicleta....com uma paisagem pouco convidativa onde abundam ervas de todas as espécies, ratazanas com fartura, patos bravos, lodo, caniços e uns manuscritos horrendos nos poucos bancos e mesas que existem criteriosamente colocadas....ao sol.....nem com a sombra das arvores transplantadas os esngenheiros acertaram....coisas á CMO....enfim....

 

Membros (46)

 
 
 

© 2020   Criado por BEMCOMUM.net.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço