11 anos de Rede EBC! Fale connosco: +351 239100351 ou hello(at)ebc.pt Renew Europe Entrevista na TSF | Opinião | Sítio institucional Rede EBC.

Grupos

Recrutamento

Economia de Transição

Somos uma Rede Social, com mais de 6.000 membros, promotora do projeto ENERGizar.pt.

Misturamos essencialmente conceitos de Empreendedorismo Social com Modelos e Projetos de Desenvolvimento Sustentável (Permacultura, Transição, EBC, BCSD, B Corp) desde janeiro de 2009, porque como diz Peter Druker, a melhor forma de prever o futuro, é criá-lo!

Olá Caros Vizinhos de Loures e Odivelas.

Vivo e trabalho em Loures, como professora do ensino secundário, também com funções de coordenação da biblioteca escolar. Este serviço da escola tem uma equipa cujos membros poderão, além das tarefas técnicas e burocráticas, motivar os alunos para 'aprender fazendo', criando os seus projetos e trabalhando neles.

Entre várias propostas de atividades, surgiu a possibilidade de sondar os alunos para perceber se há interesse de alguns por estas questões da sustentabilidade e da ligação à terra.

Caso se verifique a existência de interesse por esta área, ou algum aluno venha a tê-lo após ser sensibilizado para esta área, acharia muito interessante motivar os alunos e um ou outro professor para criar uma horta vertical, (que está arquitectonicamente na moda), ou um outro tipo de plantação que lhes interesse.

A minha pergunta é:

algum membro deste grupo tem familiar(es) a estudar ou a trabalhar na Escola Secundária de José Afonso, Loures? Se sim, (ou mesmo se não) teria conhecimentos, gosto e interesse para ajudar no hipotético (ainda) projeto de semear ou plantar plantas comestíveis em espaços não previstos para o efeito?

Agradeço ainda sugestões ou comentários sobre a ideia. Tudo o que for construtivo.

                       Aguardo notícias. Obrigada.

                                            Ana B

Exibições: 283

Respostas a este tópico

Viva Teresa, eu moro mesmo em Loures e gostava de ajudar no projeto. No entanto estou na fase 0 de aprendizagem no que toca a hortas... Quero muito encontrar um terreno partilhado e aprender com as mãos na terra!

Não tenho familiares nessa escola mas conheço alguns professores reformados de lá (a minha senhoria inclusive e a mãe de uma amiga).

um abraço

Marta

Olá Boa Noite Marta.

Obrigada pela rápida resposta ao meu email. E sobretudo pela coragem de manifestar disponibilidade.

Sei que não é fácil, pois a maioria das pessoas tem já as suas ocupações, e no nosso caso, agricultores em potência, de querer meter as mãos na massa em algo 'seu', ainda que comunitário, partilhado. Caso se esteja sem trabalho, legitimamente as pessoas aspiram e necessitam de ganhar o seu dinheiro, ou de obter outros bens em troca do que produziu. Por isso referi a ligação à escola, por via de a ter frequentado ou de alguém próximo estar nessa situação, ou de ter lá trabalhado. Essa proximidade emocional, eventualmente afeto pela instituição e/ou objetivos educacionais e de divulgação seria em si uma compensação.

Eu trabalho lá e recebo o meu vencimento por isso é diferente. Digamos que eventuais participantes nesta pequena aventura teriam de assumir uma postura de 'voluntário' na divulgação dos valores e conhecimentos da permacultura. 

Também sou inexperiente em termos de agricultura. A escola não tem praticamente terreno disponível. O desafio passa por conseguir do pouco espaço disponível fazer algo construtivo.

Como a José Afonso ficou este ano agrupada com outras escolas, algumas com mais terreno, se nela houver uma experiência positiva a nível de cultivo e aproveitamento dos vegetais semeados, a gestão do agrupamento poderá aceitar que passemos a agir nas outras escolas agrupadas, até conseguir uma horta de que  nos orgulhemos.

Não sei se é exatamente isto que a Marta pensava da ideia apresentada (vou passar a tratar por Tu). Sozinha posso avançar, mas é tão mais gratificante com um pequeno grupo cujos membros se entendam!

Para já tenho (temos, no caso de estares interessada) de aguardar umas boas semanas até conhecer melhor os alunos, os seus interesses, a sua proveniência (rural, suburbana, urbana?), para pensar seriamente em avançar. Se perceber que há pés para andar, então poderemos encontrar-nos para nos organizarmos.

Se mais alguém quiser participar da experiência, melhor.

E pronto. Por favor diz-me se te manténs interessada.

Já agora chamo-me Ana, não Teresa.

Bjs.

Ana

Ana ,se puderes vem dia 21 ao encontro na biblioteca dos olivais. o encontro sobre sementes será útil para o projeto na escola e como alguns membros do grupo loures odivelas estará presente seria uma boa forma de conquistares mais mãos e ideias para o teu trabalho.

A minha disponibilidade é flutuante. Estou com o meu filho a tempo inteiro e teria de o levar comigo. Ele gosta de cuidar de plantas. No entanto tem 3 anos e gosta muito de correr também. è só para perceberes que o meu apoio seria bastante  condicionado por agora. Também estou em fase de procura de trabalho, mas enquanto não surge gostava de poder colaborar com o projeto no que for possível. Como te disse, não sei nada, por isso teria de ser orientada em todas as tarefas. Podes apostar numa horta vertical para a escola. penso que seria importante para os alunos terem um espaço para eles na sua própria escola. e vai torná-la mais agradável. A outra escola secundária (as antigas cor-de-rosa) sei que tem horta, mas teria terreno para ter mais. Não sei se dava para se juntarem a essa escola.

Se achares que posso ajudar em algo diz.

um abraço

Marta

Olá Marta.

Já percebi melhor o teu ponto de vista. E foi bom dares a tua opinião.

Já estou inscrita para ir aos Olivais no dia 21. Mais próximo desse fds, se achares bem, podemos combinar um ponto de encontro ou uma hora x para nos conhecermos lá. Entretanto já tinha reparado que há combinações no ar, ao nível deste grupo, para esse dia. Gostei desse movimento.

Uns dias antes do wshop venho aqui, para combinarmos.

Um abraço também para ti da 

Ana

ana podemos encontrar-nos à porta da biblioteca antes do encontro, o que achas? olha envia-me o teu mail que envio o meu tlm p trocarmos e assim vai ser mais fácil reconhecermo-nos. Vai ser assim com as outras pessoas também - a maior parte não se conhece! 

um abraço

Marta

Ok Marta.

vai ser engraçado. O email é ana.cd.barbosa@gmail.com.

Fico à espera do teu tlmvl.

Bj.

Ana

RSS

© 2020   Criado por BEMCOMUM.net.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço