Rede EBC

Inovação Social, Organizacional e Política | BEMCOMUM.net | hello(at)ebc.pt

En Marche! | Volt | European SpringFale connosco: +351 239100351 ou hello(at)ebc.pt | Podcast EBC.pt Entrevista na TSF | Opinião | Objetivo SMART: 100.000!

Informação

HEMP FOR HUMANITY

DARE TO TELL THE TRUTH ABOUT HEMP - Growing and developping its transforming industries has only been made illegal BECAUSE BILLIONAIRES WANT TO REMAIN BILLIONAIRES

Membros: 52
Última atividade: 21 Jan, 2016

Fórum de discussão

O exemplo do Canadá

Iniciado por Maria Manuela da Costa 26 Mar, 2010. 0 Respostas

Neste site há muita matéria de discussão: http://www.hemptrade.ca/index.php?lang=en   Continuar

HEMP Resources (to explore)

Iniciado por mario 25 Fev, 2010. 0 Respostas

Hemp decorticator (Slovak Republic):http://www.hempo.sk/ Hemp farming…Continuar

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de HEMP FOR HUMANITY para adicionar comentários!

Comentário de Catherine Roque em 21 abril 2013 às 21:52

Olá, só agora que descobri o vosso grupo! Quando descobri que o terreno que queria explorar era assim pouco fertil, vi que entre plantas com poucas exigências, havia o cânhamo. Fui pesquisando. Quem é um pouco sensato chega a conclusão que é completamente estúpido tornar uma planta ilegal. Sobre tudo quando trata-se duma planta com tanta versatilidade. Também aprendi que no ramo da isolação térmica, já não há cá transformação...Mas percebo muito bem a motivação que inspirou este grupo...Ainda trocaram informações com o tal produtor francês? 

Comentário de Jorge Daniel em 19 janeiro 2012 às 5:25
Comentário de Maria Manuela da Costa em 23 setembro 2011 às 22:10
http://http://www.youtube.com/watch?v=_nm7nqUigFA   How do we change this wicked world????
Comentário de Maria Manuela da Costa em 15 junho 2011 às 14:19
Comentário de Chelonia mydas em 19 maio 2011 às 22:17

Boas,

Andei pela TPP à procura de informação sobre AGRICULTURA e fiz uma pesquisa nos Grupos. Encontrei 7 que me pareceram complementares:

 

Por ter achado interessante esta ligação pensei em deixar esta nota e saber se não poderiam ligar os grupos para ser mais fácil de consultar (tipo com links na descrição dos grupos ou criando um local comum na ficha dos Grupos).

O que achas? Vou postar esta mensagem nos outros grupos também...Pode ser que ajude outros "pesquisadores".

A propósito, bom trabalho!!

Comentário de Chelonia mydas em 13 maio 2011 às 11:33

Cânhamo em Portugal:

O cultivo de cânhamo em terras portuguesas iniciou-se por volta do século XIV e seguintes, pois era matéria prima para a preparação de cabos e velas para as embarcações portuguesas. Nas colônias foram criadas feitorias para produção de linho de cânhamo, como a Real Feitoria do Linho Cânhamo no Brasil.

Depois da Restauração da Independência em 1640, a fim de recuperar a combalida frota naval portuguesa, incentivou-se o seu cultivo conforme o decreto real de D. João IV em 1656.

Em 1971 este cultivar é considerado ilegal devido à maconha, uma decisão posteriormente revogada pela União Europeia. Em 1998 existiam em Portugal vinte e três produtores subsidiados, segundo informações do INGA

Comentário de Maria Manuela da Costa em 13 maio 2011 às 2:22
Comentário de Maria Manuela da Costa em 22 janeiro 2011 às 14:29
Comentário de Maria Manuela da Costa em 18 janeiro 2011 às 14:07
 
Cannabis é o género botânico de algumas plantas, das quais a mais famosa é a Cannabis sativa, da qual se produz o haxixe e a maconha. Além desta, são também conhecidas a Cannabis indica e a Cannabis ruderalis, sendo esta última, com muito m...enor quantidade de THC (6,9-Tetra-hidro-canabinol - principal princípio psico-ativo da Cannabis), cultivada em países como a China e Canadá para a produção de cânhamo, utilizado na indústria têxtil.

O cultivo da C. sativa é ilegal em quase todo o mundo. Nos Países Baixos a venda de pequenas quantidades desta espécie é tolerada em estabelecimentos comerciais denominados "coffee shops", onde o consumo é também permitido. No Brasil, seu consumo, produção e comercialização são proibidos.

A Cannabis indica diferencia-se da Cannabis sativa por ser mais rasteira, além de produzir mais resina rica em alcalóides que induzem ao relaxamento muscular e sedativo, enquanto a Cannabis sativa tem menos resina e uma combinação de substâncias activas que proporcionam um efeito menos sedativo e mais eufórico. Na Europa, Estados Unidos e Canadá, a Cannabis sativa e as espécies C. indica/C. ruderalis têm sido entrecruzadas desde os anos setenta, dando origem às chamadas variedades híbridas, dentre as quais o skunk é talvez a mais famosa. No Brasil, a Cannabis sativa é predominante já que se adapta perfeitamente a climas tropicais.

Alguns estudos defendem que o uso da cannabis provoca perda de concentração e memória a longo prazo (mais de 15 anos de uso, todos os dias, diminuiu essas aptidões em cerca de 2 a 3%).[carece de fontes]

A cannabis, além de conter o THC, foi utilizada durante milênios como planta medicinal, além de fornecer fibras e celulose para a indústria de tecidos e papel (industrialmente, a cannabis é mais conhecida como cânhamo).
Comentário de Maria Manuela da Costa em 15 janeiro 2011 às 1:21
 

Membros (50)

 
 
 

BEMCOMUM.net Conferences

The NOVA.policies Conference. Registrations.

Economia de Transição

Somos uma Rede Social, com mais de 6.000 membros, especializada na facilitação de vida a Empreendedores de Transição para as Sustentabilidades.

Impulsionamos a Permacultura como filosofia e método de design em Portugal desde janeiro de 2009.

Fomos pioneiros na adaptação do Modelo de Transição à cultura e economia portuguesas!

© 2018   Criado por BEMCOMUM.net.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço