11 anos de Rede EBC! Fale connosco: +351 239100351 ou hello(at)ebc.pt Renew Europe Entrevista na TSF | Opinião | Sítio institucional Rede EBC.

Grupos

Recrutamento

Economia de Transição

Somos uma Rede Social, com mais de 6.000 membros, promotora do projeto ENERGizar.pt.

Misturamos essencialmente conceitos de Empreendedorismo Social com Modelos e Projetos de Desenvolvimento Sustentável (Permacultura, Transição, EBC, BCSD, B Corp) desde janeiro de 2009, porque como diz Peter Druker, a melhor forma de prever o futuro, é criá-lo!

Informação

HEMP FOR HUMANITY

DARE TO TELL THE TRUTH ABOUT HEMP - Growing and developping its transforming industries has only been made illegal BECAUSE BILLIONAIRES WANT TO REMAIN BILLIONAIRES

Membros: 52
Última atividade: 21 Jan, 2016

Fórum de discussão

O exemplo do Canadá

Neste site há muita matéria de discussão: http://www.hemptrade.ca/index.php?lang=en   Continuar

Iniciado por Maria Manuela da Costa 26 Mar, 2010.

HEMP Resources (to explore)

Hemp decorticator (Slovak Republic):http://www.hempo.sk/ Hemp farming…Continuar

Iniciado por mario 25 Fev, 2010.

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de HEMP FOR HUMANITY para adicionar comentários!

Comentário de Catherine Roque em 21 abril 2013 às 21:52

Olá, só agora que descobri o vosso grupo! Quando descobri que o terreno que queria explorar era assim pouco fertil, vi que entre plantas com poucas exigências, havia o cânhamo. Fui pesquisando. Quem é um pouco sensato chega a conclusão que é completamente estúpido tornar uma planta ilegal. Sobre tudo quando trata-se duma planta com tanta versatilidade. Também aprendi que no ramo da isolação térmica, já não há cá transformação...Mas percebo muito bem a motivação que inspirou este grupo...Ainda trocaram informações com o tal produtor francês? 

Comentário de Jorge Daniel em 19 janeiro 2012 às 5:25
Comentário de Maria Manuela da Costa em 23 setembro 2011 às 22:10
http://http://www.youtube.com/watch?v=_nm7nqUigFA   How do we change this wicked world????
Comentário de Maria Manuela da Costa em 15 junho 2011 às 14:19
Comentário de Chelonia mydas em 19 maio 2011 às 22:17

Boas,

Andei pela TPP à procura de informação sobre AGRICULTURA e fiz uma pesquisa nos Grupos. Encontrei 7 que me pareceram complementares:

 

Por ter achado interessante esta ligação pensei em deixar esta nota e saber se não poderiam ligar os grupos para ser mais fácil de consultar (tipo com links na descrição dos grupos ou criando um local comum na ficha dos Grupos).

O que achas? Vou postar esta mensagem nos outros grupos também...Pode ser que ajude outros "pesquisadores".

A propósito, bom trabalho!!

Comentário de Chelonia mydas em 13 maio 2011 às 11:33

Cânhamo em Portugal:

O cultivo de cânhamo em terras portuguesas iniciou-se por volta do século XIV e seguintes, pois era matéria prima para a preparação de cabos e velas para as embarcações portuguesas. Nas colônias foram criadas feitorias para produção de linho de cânhamo, como a Real Feitoria do Linho Cânhamo no Brasil.

Depois da Restauração da Independência em 1640, a fim de recuperar a combalida frota naval portuguesa, incentivou-se o seu cultivo conforme o decreto real de D. João IV em 1656.

Em 1971 este cultivar é considerado ilegal devido à maconha, uma decisão posteriormente revogada pela União Europeia. Em 1998 existiam em Portugal vinte e três produtores subsidiados, segundo informações do INGA

Comentário de Maria Manuela da Costa em 13 maio 2011 às 2:22
Comentário de Maria Manuela da Costa em 22 janeiro 2011 às 14:29
Comentário de Maria Manuela da Costa em 18 janeiro 2011 às 14:07
 
Cannabis é o género botânico de algumas plantas, das quais a mais famosa é a Cannabis sativa, da qual se produz o haxixe e a maconha. Além desta, são também conhecidas a Cannabis indica e a Cannabis ruderalis, sendo esta última, com muito m...enor quantidade de THC (6,9-Tetra-hidro-canabinol - principal princípio psico-ativo da Cannabis), cultivada em países como a China e Canadá para a produção de cânhamo, utilizado na indústria têxtil.

O cultivo da C. sativa é ilegal em quase todo o mundo. Nos Países Baixos a venda de pequenas quantidades desta espécie é tolerada em estabelecimentos comerciais denominados "coffee shops", onde o consumo é também permitido. No Brasil, seu consumo, produção e comercialização são proibidos.

A Cannabis indica diferencia-se da Cannabis sativa por ser mais rasteira, além de produzir mais resina rica em alcalóides que induzem ao relaxamento muscular e sedativo, enquanto a Cannabis sativa tem menos resina e uma combinação de substâncias activas que proporcionam um efeito menos sedativo e mais eufórico. Na Europa, Estados Unidos e Canadá, a Cannabis sativa e as espécies C. indica/C. ruderalis têm sido entrecruzadas desde os anos setenta, dando origem às chamadas variedades híbridas, dentre as quais o skunk é talvez a mais famosa. No Brasil, a Cannabis sativa é predominante já que se adapta perfeitamente a climas tropicais.

Alguns estudos defendem que o uso da cannabis provoca perda de concentração e memória a longo prazo (mais de 15 anos de uso, todos os dias, diminuiu essas aptidões em cerca de 2 a 3%).[carece de fontes]

A cannabis, além de conter o THC, foi utilizada durante milênios como planta medicinal, além de fornecer fibras e celulose para a indústria de tecidos e papel (industrialmente, a cannabis é mais conhecida como cânhamo).
Comentário de Maria Manuela da Costa em 15 janeiro 2011 às 1:21
 

Membros (49)

 
 
 

© 2020   Criado por BEMCOMUM.net.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Política de privacidade  |  Termos de serviço